Thursday, October 04, 2007

Instinto Secreto (Mr. Brooks)



Pena que os distribuidores nacionais subestimem a inteligência do espectador. Para eles, a história tem de ser sempre explicada nos títulos, pois temem que as pessoas deixem de ir ao cinema assistir aos filmes, se não estiver no cartaz aquele subtítulo idiota ou mesmo um novo nome para a película. Mr. Brooks, de Bruce A. Evans, é simples e sugestivo, demonstrando que esse senhor deve ser um cara legal. Mas no Brasil lhe empurraram um Instinto Secreto. Tá, vá lá.
Mr. Brooks é um inspirado Kevin Costner, exemplar pai de família, empresário, filantropo e eleito o homem do ano em Portland, Oregon. Só que ele também é um serial killer, identificado como o assassino da digital. Pensando em se aposentar, e atormentado pelo seu inconsciente (William Hurt, de O Beijo da Mulher-Aranha), com quem mantém delirantes bate-papos - o personagem é claramente esquizofrênico) -, ele é flagrado em seu último crime e passa a ser chantageado pelo doidão Sr. Smith (Dane Cook), que por sua vez é o suspeito da detetive Tracy Atwood (Demi Moore, de volta as telonas, com direito a sua voz roupa e extrema magreza, mas já mostrando que os anos estão pegando pesado com ela). Um verdadeiro jogo de gato e rato. Filme surpreendente e que tem o poder de prender o espectador do início ao final. Mr. Brooks, afinal, será pego?

No comments: