Saturday, February 28, 2009

O LEITOR



Inspirado no ótimo romance O Leitor, do escritor alemão Bernhard Schilink, o filme homônimo dirigido por Stephen Daldry, de As Horas, discute até onde vai a culpa dos germânicos pelos crimes cometidos pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial. A história é contada por Michael Berg (Ralph Fiennes, de A Lista de Schindler), que adulto relembra sua iniciação sexual com uma mulher com o dobro de sua idade, Hanna Schmitz (excelente e justa premiação com o Oscar para Kate Winslet, que já havia arrasado em Foi Apenas Um Sonho, de Sam Mendes, seu marido).
Aos 15 anos, Michael (nesta fase da vida interpretado por David Kross) mantém um ritual com Hannah. Ele lê para ela todos os tipos de livro, desde os clássicos como a Odisséia, de Homero, até os quadrinhos de Tim-Tim. Depois, fazem amor e ele vai embora. A relação dura um ano, até que um dia ela vai, misteriosamente, embora. Anos depois, já estudante de direito, Michael vai reencontrar Hannah num tribunal de crimes de guerra. Ela e outras mulheres que serviram nas tropas das SS nos campos de concentração são acusadas da morte de 300 prisioneiras numa igreja durante as famosas caminhadas da morte - os nazistas, quase ao final da guerra, vendo que esta estava perdida, começaram a evacuar os campos e sem muito nexo faziam com que os prisioneiros caminhassem quilômetros em direção à Alemanha. Neste processo, os fracos iam morrendo pelo caminho, fosse de cansaço, de fome ou assassinados pelos seus guardiões, vindos das tropas das SS.
Hannah deixa o julgamento correr contra ela, pois guarda um segredo que prefere manter soterrado e que considera mais vergonhoso do que ser acusada do assassinato de centenas de pessoas. Por vezes, o filme faz o espectador sentir pena daquela mulher orgulhosa (e aí está mais um mérito de Winslet) e que no tribunal faz com que todos pensem: "Eu apenas cumpria ordens, não fiz mais do que minha obrigação". E sabemos que muitos nazistas, a maioria se escondia por trás desta desculpa esfarrapada para justificar sua participação no Holocausto.

1 comment:

Magda said...

Oi Chico!
Acabei de ver o filme... Simplesmente adorei! Grande interpretação da dona do Oscar 2009. Abração, Mag