Thursday, January 13, 2011

Abutres



Vai ser difícil por um tempo o cinema argentino produzir algo tão maravilhoso quanto O segredo dos seus olhos, que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010. Porém Abutres (Carancho), de Pablo Trapero, insere-se na tradição dos bons filmes do país vizinho. E mais uma vez tem como ator principal Ricardo Darín, que em além de O segredo dos seus olhos, pôde ser visto em O filho da noiva, O clube da lua, O mesmo amor, a mesma chuva e Nove rainhas, entre outros.
Em Abutres, ele é Sosa, um advogado impedido de exercer sua profissão, e o personagem em nenhum momento explica o porquê. "Deixa assim", chega a dizer em certo momento. Ganha a vida como abutre, ou seja, ronda hospitais e delegacias de Buenos Aires em busca de pessoas que tenham sofrido acidentes de trânsito. E os convence a buscar indenizações das seguradoras, onde ele e seus sócios ficarão com a parte mais gorda da grana. Os acidentados, claro, levam apenas uma porcentagem e nem ficam sabendo.
Sem escrúpulos, Sosa começa a repensar seu modo de vida quando se apaixona pela jovem médica Luján (a ótima Martina Gusman) e perde o melhor amigo num acidente estúpido quando tentava aplicar um golpe. O advogado tenta, então, sair do esquema, mas verá que não é tão fácil, pois os homens com quem trabalha são mais, bem mais ambiciosos do que ele.
Abutres mostra que o ser humano é inescrupuloso e passa por cima de tudo para se dar bem. E Ricardo Darín está muito bem, fazendo desta vez um papel bem diferente do romântico Benjamín, de O segredo dos seus olhos. O ator mostra versatilidade incrível. E Trapero dirige com destreza, afiado principalmente nas cenas de acidentes de trânsito. E prepara um final que é surpreendente.
cotação: bom
Chico Izidro

No comments: