Wednesday, May 19, 2010

VIAJO PORQUE PRECISO, VOLTO PORQUE TE AMO



O filme VIAJO PORQUE PRECISO, VOLTO PORQUE TE AMO, de Karïm Ainouz e Marcelo Gomes, tem sido considerado uma obra-prima do cinema experimental. Nele, o geólogo José Renato (Irandhir Soares, de que só ouvimos a voz e nunca o rosto) viaja pelo Nordeste, analisando regiões em que será construído um canal a partir do desvio das águas do único rio caudaloso da região. Pelo caminho, ele divaga sobre a solidão, sobre o amor que ficou na cidade natal, sobre a convivência com prostitutas e moradores locais.
Com todos estes ingredientes, poderia ser ótimo road-movie. Na realidade mostra-se uma obra cansativa, repetitiva e que ao longo de seus, intermináveis, 75 minutos, provoca bocejos e não dificilmente um sono profundo nos espectadores.

Cotação: ruim
Chico Izidro

2 comments:

Elisa Lucas said...

Que pena! Mas o nome é incrivelmente lindo!

Simone Silva Gomes said...

Eu gosto e não fiquei com sono.