Thursday, February 05, 2015

"O Jogo da Imitação"

Alan Turing foi um cientista inglês que ajudou a desvendar a máquina Enigma, que guardava os códigos nazistas na II Guerra Mundial. Porém, sua condição de homossexual custou-lhe caro, e após o conflito ele foi perseguido, teve de se submeter a tratamento químico (na época, o homossexualismo era visto como crime e doença na Inglaterra). E Alan Turing morreu, cometendo suicídio aos 41 anos de idade, no começo dos anos 1950. Pois sua trajetória é contada no ótimo "O Jogo da Imitação", direção de Morten Tyldum.

Turing é vivido por Benedict Cumberbatch, que constrói um personagem com um tanto de altismo, uma espécie de Sheldon Cooper (The Big Bang Theory), vivendo em seu próprio mundo, arrogante, sem traquejo social e que chegou a propor casamento a uma colega, Joan Clarke (Keira Knithley) para esconder sua sexualidade. A trama foca mais exatamente no período da guerra, onde Turing chefia uma equipe, após ter derrubado seu antigo chefe, para descobrir o código Enigma. Porém, com dificuldades de relacionamento com os demais, teve de brigar muito para continuar tocando o projeto adiante.

O filme também se vale de flash-backs, mostrando um Alan Turing entrando na adolescência, vítima de bullying na escola e se apaixonando por um colega que o defendia dos valentões. Agressões que foram um dos motivos para ele se fechar para o mundo.

Cotação: ótimo
Chico Izidro

No comments: