Wednesday, October 21, 2015

“Goosebumps: Monstros e Arrepios” (Goosebumps)




Em muito tempo, finalmente Jack Black não interpreta o irritante Jack Black. Em “Goosebumps: Monstros e Arrepios”, direção de Rob Letterman, ele vive o escritor R. L. Stine, que vive com a filha numa cidadezinha do meio-oeste americano. Autor de vários livros de terror, evita ao máximo o convívio de outros seres humanos. Até que surge na vizinhança um garoto vindo de Nova Iorque, Zach (Dylan Minette), que Stine faz questão de manter longe de sua casa e de sua filha adolescente Hannah (Odeya Rush).

Porém Zach acha que Hannah sofre violência doméstica e passa a cuidar os passos dos vizinhos, até que acaba sem querer descobrindo os livros de Stine, que são chaveados, pois escondem um segredo. Os vários monstros que Stine criou durante a vida estão presos neles, mas se abertos, criam vida. E é o que acaba acontecendo. E os seres não são nada carinhosos. Pelo contrário. Liderados por um marionete psicopata, os monstros vão apavorar a cidade e tentar eliminar Stine, Zach, Hannah e quem mais cruzar pelo caminho deles.

Mas apesar de trazer monstros como o lobisomem, zumbis, pé grande, dezenas de gnomos assassinos, insetos gigantes, o filme não mete medo. As cenas são divertidas, quase hilárias, principalmente quando aparece o coadjuvante Champ (Ryan Lee), que arrasa a cada cena que aparece, por suas trapalhadas ou tiradas espirituosas. Numa delas, o personagem de Jackk Black fica preso num portão e diz para todos fugirem, que ele se sacrificará pelo grupo, esperando receber em troca ajuda. Champ olha para ele, e diz: “Tá bom, sorte aí”, enquanto some em desabalada carreira.

Duração: 1h43min

Cotação: ótimo
Chico Izidro

No comments: