Thursday, February 09, 2017

"A Cidade Onde Envelheço"



"A Cidade Onde Envelheço", dirigido por Marília Rocha, é uma obra que se pretende poética, contemplativa, ao melhor estilo europeu. Mas na realidade é um filme cansativo, que não dizx a que veio, mostrando a rotina chata e entediante de duas portuguesas que moram em Belo Horizonte.

Teresa (Elizabete Francisca Santos) é uma garota, que decide deixar Portuagl para morar no Brasil, mais exatamente na mineira Belo Horizonte. Ela vai morar na casa de de Francisca (Francisca Manuel), outra portuguesa que mora no país há mais de um ano. E Francisca, apesar de hospedar Teresa, não curte muito a ideia, pois é uma pessoa que prefere a solidão e a independência. Aos poucos, porém, as duas vão se entendendo, por causa do temperamento alegre e expansivo de Teresa.

Só que isso é muito pouco para se construir uma história. As cenas se sucedem, sem muita imaginação, criativade. O tédio impera nas conversas - que aliás, sofrem com o sotaque muito carregado das duas atrizes, que ainda por cima falam de costas para a câmera. Fica quase inaudível - aqui se faria necessário o uso de legendas. Os demais personagens são ainda muito superficiais - eles aparecem e somem na mesma rapidez. Ao final, pensamos: por que perdemos tempo assistindo a este filme?

Duração: 1h39min

Cotação: ruim
Chico Izidro

No comments: